R2 Melina Vassalo Lameirão retrata a experiência de seu relato na cidade do Porto

03:17:00







Residente: Melina Vassalo Lameirão
Clínica da Família: Helena Besserman Vianna
Local: Unidade de saúde Familiar -  Espaço Saúde – Porto
Período: 2 a 31 de outubro de 2017

Cheguei ao Porto no dia 1 de outubro com a expectativa de entender melhor como funciona a MFC, em um sistema de saúde diferente do que vivencio no Brasil. Fui recebida por Dra. Ana Ramoa que me apresentou a unidade centro de saúde Aldoar, onde funciona a Unidade de saúde Familiar(USF) Espaço Saúde, locação oficial para realizar o estágio. A USF é composta por 5 Médicos,6 Enfermeiros e 4 Administrativos. Funciona de 8:00 horas às 20 horas, de segundas feiras às sextas feiras e as marcações de consultas podem ser realizadas por telefone, e-mail, e-agenda ou na própria USF. Às sextas feiras de 13:00 as 14:00 horas, toda a equipe se reúne para serem discutidos assuntos de interesse comum aos membros da clínica visando melhorar os serviços prestados à população.

A clínica é composta por secretaria, sala de espera, consultórios médicos e de enfermagem; sala de saúde da mulher; sala de saúde infantil e sala de tratamento. Durante o estágio tive a oportunidade em assistir às consultas de MFC com minha tutora Dra. Ana Ramoa e a interna do ano comum Aurea Lima, além de acompanhar algumas consultas de enfermagem. No decorrer do estágio, foi notória à evolução sobre adaptação a cultura, as peculiaridades da população e o fluxo da medicina de família em Porto, percebendo assim, a diferença com que vivencio no Rio de Janeiro. Devo mencionar que, sobre a tutela, consegui observar as ferramentas de MFC, utilizadas pela tutora durante a consulta como: comunicação, aproximação medico-paciente; conhecer os protocolos, burocracias e estratégias de trabalho . Chamou-me atenção, realizando um comparativo com o Brasil, o fato de não ter agentes comunitários, farmácia na unidade e pagar por algumas consultas.

A USF Espaço Saúde  propõe-se prestar cuidados de saúde a 8322 cadastrados nesta  unidade, e disponibiliza toda a carteira básica de serviços aos inscritos residentes na freguesia de Aldoar do Concelho do Porto.

Freguesia de Aldoar
Localizada na zona ocidental da cidade do Porto, a freguesia de Aldoar apresentava segundo o Censos de 2011, um total de 12843 indivíduos residentes o que representa 5.41% do total de população residente no Concelho do Porto (237584 indivíduos). Nesta Freguesia existem contrastes muito grandes vivendo aqui pessoas de classes sociais muito diferentes coexistindo lado a lado, sendo portanto uma população com vivências muito diversas. Existem aqui dois grandes Bairros Sociais, o de Aldoar e o da Fonte da Moura, assim como prédios e moradias de luxo.  É evidente no nosso dia-a-dia o maior peso de utentes de um estrato socioeconómico mais baixo, com menores rendimentos, com pouca escolaridade, com maus hábitos alimentares e de higiene, a viverem em sobrelotação, usufruindo do Rendimento Social de Inserção e do Subsídio de Desemprego. Estes são cada vez em maior número, assistindo-se à ruína de algumas famílias e a muita pobreza encapotada.

Componentes da clínica
Sob coordenação do Sra. Dra. Cristina Sousa, a USF Espaço Saúde conta como Recursos Humanos de quinze Profissionais, organizados em equipes de trabalho nas quais integram Médicos, Enfermeiros e Secretarias .



Carteira Básica de Serviços
 A USF Espaço Saúde tem como missão procurar dar resposta aos principais problemas de saúde da população cadastrada, utilizando o Plano de Atividades do Agrupamento do centro de saúde (Aces) a que pertence, adotando como prioridade os mesmos programas definidos como :  1)Vigilância, promoção da saúde e prevenção da doença; 2)Cuidados em situação de doença aguda; 3)Saúde da mulher (planeamento familiar e gravidez); 4)Saúde do recém-nascido, da criança e do adolescente; 5)Saúde do adulto e do idoso; 6)Acompanhamento de doenças crónicas (Diabetes mellitus e Hipertensão Arterial dirigidos ao problema da Morbi-mortalidade por Doenças Cardio- e Cerebrovasculares ) ; 7)Rastreio Oncológico dirigido ao problema da Morbi-mortalidade por Doença Oncológica.e patologia múltipla; 8)Cuidados domiciliários médicos e de enfermagem.
Possui como compromisso com os doentes: 1) Atender todas as situações de doença aguda no próprio dia; 2)Acesso a consulta programada em 5 dias úteis; 3)Consulta domiciliária em 24h e/ou de acordo com critérios clínicos; 4) Renovação de medicação crónica em 72h. Na ausência do seu médico ou enfermeiro de família, a unidade garante resposta nas seguintes situações: doença aguda, primeira consulta na vida da criança, primeira e última consulta de gravidez e anticoncepção de emergência.

Atividades Assistenciais
A atividade assistencial de MFC é composta por consulta presencial, que podem ser programadas ou não programadas (consultas abertas) e por consulta não presencial.
Os pacientes que não são insentos pagam 4,5 euros para consultas presencias e 2,5 euros para consultas não presenciais ou consultas abertas. A consulta presencial não programada, ou também chamada de consulta aberta, para ocorrer, o paciente após pegar uma senha e ser chamado pela administrativa, preenche uma ficha onde irá informar seu nome, idade, se acha estar doente e quais os sintomas. Nos horários pré estabelecidos para consulta aberta, a administrativa encaminha as fichas preenchidas ao médico, onde o mesmo irá decidir sobre o atendimento. É uma consulta de caráter de doença aguda ou agudizada.
Já a consulta programada compreende em diversos tipos de consultas, para suprir a demanda da população, levando em conta, suas características e os indicadores de saúde pré-estabelecidos.  As consultas programadas são: Saúde da criança e do adolescente, Saúde Materna (Pré- natal); Planejamento Familiar e Saúde Reprodutiva, Saúde do Adulto, Hipertensão Arterial, Diabetes Mellitus, Rastreios Oncológicos e Consulta Domiciliar (Visita Domiciliar).

Conclusão:
Porém, percebo que no Brasil a medicina de família, por ser também a porta de entrada e pelo caos vivenciado na saúde, o médico de família acaba por adquirir diversas funções, para suprir a necessidade do sistema, o mesmo não ocorrendo em Portugal.

A estadia em Portugal foi muito importante para adquirir uma nova visão e experiencia, em relação medicina de família inserida em um outro sistema de saúde, como também sobre a cultura e política do país. Foi uma experiência única de aprendizado e amadurecimento pelo qual agradeço a Coordenação da RM MFC – Rio pela possibilidade deste estágio optativo e a minha tutora em Portugal, Dra. Ana Ramoa, pela disponibilidade em me aceitar na USF Espaço Saúde.


                                        Foto consultório
                                                                    Equipe
                                                   Sala de espera
                                                      Sala saúde da mulher

                                                        Secretaria
                                                                      Sala de tratamento

                                                         Sala saúde infantil

VEJA TAMBÉM

0 comentários